Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Fux diz que STF assegurou ‘regime democrático’ no Brasil

Ministro fez prestação de contas após 1 ano à frente da Corte.

Marcos Corrêa | PR

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira (22) que a Corte “seguirá firme” no propósito de salvaguardar o regime democrático e a rigidez do texto constitucional.

Fux abriu a sessão desta tarde com discurso de prestação de contas de um ano de gestão no comando do Tribunal. O mandato terminará em setembro do ano que vem.

“Neste próximo ano de gestão, continuaremos a nossa caminhada com independência, diligência e comprometimento, no labor pela melhoria dos serviços prestados ao país sem prejuízo de velarmos dia após dia, pelas instituições que nos fazem republicanos e pela nossa inegociável democracia brasileira”, declarou.

O magistrado também avaliou que o Supremo tem contribuído para a estabilidade institucional, “assegurando o regime democrático” no país.

“O STF não se quedou inerte. Pelo contrário, mostrou-se altivo, estável, resiliente e coeso, assegurando o regime democrático, dirimindo conflitos em prol de maior segurança jurídica e, de modo vigilante, garantindo a observância dos direitos fundamentais”, finalizou.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Corte definiu que trabalhador com acesso gratuito à Justiça não deve pagar honorários.

Judiciário

O resultado é de cinco votos a zero pela manutenção da prisão.

Judiciário

Em outubro de 2020, criminoso saiu da prisão após liminar concedida pelo então ministro Marco Aurélio.

Judiciário

Bruno Bianco enviou parecer em ação ajuizada pelo PDT.