Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Marco Aurélio diz que vai adiar aposentadoria do STF

Decano deixará o cargo uma semana após o previsto.

Fellipe Sampaio | SCO | STF

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Marco Aurélio Mello, anunciou nesta sexta-feira (18) que adiou a sua aposentadoria da Corte.

Em um ofício encaminhado à presidência do Tribunal, ele comunica que decidiu se aposentar em 12 de julho, uma semana após a data que havia sido definida pelo próprio ministro, antes prevista para 5 de julho.

A justificativa para a alteração, de acordo com o magistrado, é se dedicar à Suprema Corte até a “undécima hora” e “diminuir ao máximo” o número de processos que ficarão em seu gabinete.

“Aguardarei, em mais uma demonstração de apego ao oficio de servir, como julgador, aos semelhantes, a data-limite de permanência no cargo, a ocorrer em 12 de julho próximo, ao completar 75 anos de idade”, diz o ofício.

Marco Aurélio completou neste mês 31 anos de STF. Ele foi indicado em 13 de junho de 1990 pelo seu primo, o então presidente Fernando Collor de Mello, hoje senador da República.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

7 dos 11 ministros já manifestaram votos contrários.

Últimas

Para o general, a decisão do STF contra o deputado está "em desacordo com o devido processo legal".

Judiciário

Ferramenta priorizará ações com assuntos de igualdade de gênero e mudanças climáticas.

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.