Conecte-se conosco

Judiciário

Médicos a favor do tratamento precoce vão à Justiça contra TV Globo

Entidade pede indenização e direito de resposta.

Published

em

Reprodução | TV Globo

A Associação Médicos Pela Vida acionou a Justiça contra a TV Globo.

Diante do surto da Covid-19 no Brasil, a entidade reivindica direito de resposta após uma matéria veiculada no Fantástico, que é um telejornais de maior audiência da emissora, sobre medicamentos usados no tratamento precoce contra a doença.

Além disso, os profissionais de saúde pedem indenização de R$ 10 mil.

A reportagem do Fantástico, assim como outras veiculadas pelo Grupo Globo, afirma que os remédios não têm comprovação científica. A tese, no entanto, é rebatida pela AMV.

O grupo defende, inclusive, autonomia plena dos médicos para atuar na linha de frente da Covid-19 no país.

A ação tramita na 29ª Vara Cível de São Paulo em caráter de urgência.

Segundo o site Notícias da TV, a associação teve negado o pedido de liminar em primeira instância. A juíza Daniela de Paula, responsável pelo caso, negou tutela antecipada para cumprimento imediato do pleito.

O julgamento definitivo do pedido segue em aguardo.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.