Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Polícia de SP instaura inquérito sigiloso para apurar xingamentos a Moraes

Ministro do STF foi alvo de críticas no Clube Pinheiros, na capital paulista.

Rosinei Coutinho | SCO | STF

A Polícia Civil de São Paulo (PCSP) instaurou um inquérito sigiloso para apurar insultos ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Na madrugada de 3 de setembro, o ministro foi alvo de xingamentos no Clube Pinheiros, localizado na capital paulista.

Na ocasião, o magistrado não estava no local, mas seus seguranças ouviram e fizeram um boletim de ocorrência em seu nome.

De acordo com o B.O, “vigilantes particulares” avisaram a um integrante da escolta pessoal de Alexandre de Moraes que “indivíduos embriagados no interior do clube Pinheiros” estariam “proferindo ameaças e injúrias à pessoa da vítima”.

Após isso, um agente de segurança de Moraes foi ao Pinheiros e “constatou da calçada, e, por meio da grade do clube, quatro indivíduos em uma mesa falando alto e ingerindo bebidas alcoólicas”.

Depois de a situação ter se acalmado, os xingamentos continuaram. Segundo a ocorrência, o ministro foi chamado de “careca ladrão”, “advogado do PCC” e “careca filho da puta” [sic].

A partir daí, ainda que Moraes não estivesse presente, o segurança do ministro da Suprema Corte “acionou apoio da Polícia Militar, que o apoiou na condução do investigado” até o 14º Distrito Policial.

Para ter acesso à íntegra do Boletim de Ocorrência, clique aqui.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Política

Arquirrival do petista, Bolsonaro também é esperado para a solenidade em Brasília.

Economia

Responsáveis por chamadas telefônicas indevidas no estado poderão ser punidos.

Política

Conversa de 50 minutos foi classificada como "cordial" e "sem tensões" por assessores.

Política

Em entrevista, ele citou a importância da ‘alternância do poder’ no regime democrático.

----- CLEVER ADS -----