Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Rosa Weber determina que Congresso explique fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Ministra estabeleceu prazo de 10 dias para autoridades prestarem esclarecimentos.

Gilmar Ferreira | TSE

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que as duas casas do Congresso Nacional, a Câmara e o Senado, expliquem em até 10 dias sobre a aprovação do fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões em 2022.

A decisão foi proferida no âmbito de um mandado de segurança ajuizado na Suprema Corte pelos deputados federais Daniel Coelho (Cidadania-PE), Vinicius Poit (Novo-SP), Tábata Amaral (PDT-SP), Felipe Rigoni (PSB-ES), Tiago Mitraud (Novo-MG) e Adriana Ventura (Novo-SP), além do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Na petição inicial, os parlamentares criticam o valor aprovado para verba de campanha e dizem que a quantia “é suficiente para adquirir todas as vacinas que o país precisa – mais de 350 milhões de doses”.

Rosa Weber determinou ainda que o processo seja posteriormente encaminhado ao relator original do caso, ministro Kassio Nunes Marques, que está em período de férias até 31 de julho.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

STF julga ações que questionam posse, compra, registro e tributação de armas e munições.

Judiciário

Apenas o voto do relator, ministro Edson Fachin, foi proferido.

Judiciário

Indicado por Bolsonaro, ex-AGU aguarda desde o dia 13 de julho.

Judiciário

Ministro pediu mais tempo para decidir; julgamento começou em 26 de agosto.