Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

PF indicia Fernando Bezerra por suspeita de propina de R$ 10 milhões

Parlamentar é líder do governo no Senado. Filho dele, que é deputado, também é alvo da representação ao STF.

Alex Ferreira | Agência Câmara

A Polícia Federal (PF) disse ao Supremo Tribunal Federal (STF) que possui indícios de que o líder do governo Bolsonaro no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), foi beneficiado com propina R$ 10 milhões de empreiteiras na época em que foi ministro da Integração Nacional no governo Dilma.

O documento foi encaminhado ao Tribunal com a conclusão do inquérito. No texto, a PF indicia Bezerra Coelho e seu filho, o deputado Fernando Bezerra Coelho Filho (DEM-PE), pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e falsidade ideológica eleitoral, além de pedir o bloqueio de R$ 20 milhões em bens.

Em nota oficial, a defesa do senador afirma que a apuração nasceu da “palavra falsa de um criminoso confesso” e é uma “tentativa de criminalização da política”. O texto é assinado pelos advogados André Callegari e Ariel Weber.

VEJA A ÍNTEGRA

“A defesa do senador Fernando Bezerra Coelho esclarece que o relatório final do inquérito 4513 não passa de opinião isolada do seu subscritor, que, inclusive, se arvora em atribuições que sequer lhe pertencem, sem qualquer força jurídica vinculante. Essa investigação, nascida da palavra falsa de um criminoso confesso, é mais uma tentativa de criminalização da política, como tantas outras hoje escancaradas e devidamente arquivadas.”

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Confirmação foi feita por meio de exame a partir da arcada dentária.

Política

Parecer foi lido pelo senador Fernando Bezerra

Política

Agentes cumprem mandados em quatro estados e no Distrito Federal

Judiciário

Empresário é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

----- CLEVER ADS -----