Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Apple atende exigência do governo chinês e derruba aplicativo da Bíblia

Medida segue repercutindo ao redor do mundo.

UnSplash

A Apple confirmou à rede BBC de televisão que foi obrigada a tirar do ar, na plataforma App Store da China, um aplicativo da Bíblia Sagrada.

Segundo relatos da emissora, a empresa de tecnologia deve ter removido os apps sob alegação de hospedar textos religiosos ilegais.

“Somos obrigados a cumprir as leis locais e, às vezes, há questões complexas sobre as quais podemos discordar de governos e outras partes interessadas no caminho certo a seguir”, disse ao portal.

A decisão dos líderes chineses contemplou também a derrubada do Alcoorão.

Nas plataformas digitais, o Quran Majeed possui mais de cinco milhões de downloads, enquanto o Bible App by Olive Tree tem pouco mais de um milhão.

Em abril, a Human Rights Watch —uma organização internacional não governamental que defende e realiza pesquisas sobre os direitos humanos—  revelou que o governo chinês tem perseguido sistematicamente cristãos e mulçumanos do país, além deter cerca de 1 milhão de pessoas em uma rede de prisões.

Leia a reportagem da BBC News na íntegra.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

Casa Branca incluiu 12 empresas do país asiático em lista negra comercial.

Mundo

País comunista se opõe 'firmemente' e afirma que Biden comete 'erro' ao acenar para a ilha.

Mundo

Situação de tenista que denunciou agressão sexual preocupa comunidade internacional.

Mundo

Segundo a mídia estatal, tratamento demonstrou redução em hospitalizações e mortes.