Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Biden sanciona lei que restringe armas de fogo e diz que ‘vidas serão salvas’

É a maior mudança na Legislação do país sobre o tema desde a década de 1990.

Gregory Hauenstein | Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sancionou no sábado (25) a primeira grande reforma legislativa federal que limita o acesso às armas no país em três décadas.

A decisão ocorreu poucos dias após os juízes da Suprema Corte ampliarem os direitos dos proprietários de armas de fogo, que o mandatário condenou e disse ser contra.

“Se Deus quiser, isso irá salvar muitas vidas”, afirmou o líder da Casa Branca em uma cerimônia depois de assinar o projeto de lei.

A proposta foi elaborada apenas algumas semanas após os ataques ocorridos em Uvalde e Buffalo que mataram mais de 30 pessoas, incluindo 19 crianças em uma escola primária.

A nova legislação inclui disposições para ajudar os estados norte-americanos a manter as armas fora de alcance daqueles considerados “perigosos para si mesmos ou para outros”.

“A Suprema Corte tomou algumas decisões terríveis”, avaliou Biden, citando a questão das armas e a anulação do direito ao aborto.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

‘Uma só China’ tem sido motivo de discussões internacionais.

Mundo

Com índices de aprovação em baixa, mandatário enfrenta resistência entre o público do próprio partido.

Mundo

Taxa acelerou em junho para 9,1%; combustíveis e alimentos influenciaram resultado.

Mundo

Mais de 60% dos eleitores do partido fomentam interesse em um novo representante.

----- CLEVER ADS -----