Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

França aprova lei que criminaliza ‘cura gay’; prática pode render até 3 anos de prisão e multa de 45 mil euros

De acordo com o presidente do país, Emmanuel Macron, “essas práticas vergonhosas” não ocupam lugar na República.

Emmanuel Macron
Pool | Reprodução

Os deputados franceses aprovaram, na terça-feira (25), uma lei para proibir a chamada ‘terapia de reorientação sexual’ que, no Brasil, ganhou notoriedade pública e midiática como ‘cura gay’.

As informações são do jornal O Globo.

De acordo com a matéria, o texto aprovado visa proibir práticas que busquem “impor a heterossexualidade normativa às pessoas LGBTQIAP+”.

A partir da aprovação, a resolução estabelece um novo delito no código penal francês. A pena, conforme o aval dos parlamentares, pode variar de dois anos de prisão e multa de 30 mil euros até três anos de detenção e penalidade de 45 mil euros, caso existam agravantes.

A medida rendeu o ‘sinal verde’ de cerca de 142 deputados. Por decisão unânime, os legisladores destacaram que, a partir de agora, fica ainda mais evidente que “não há nada para curar”.

Por consequência, o enquadramento de terapia de reorientação sexual contempla “práticas de exorcismo, hospitalização ou sessões de eletrochoque, entre uma série de abusos que têm efeitos psicológicos e físicos duradouros nas vítimas”, registra o jornal.

Ao falar sobre a deliberação, o deputado Laurence Venceunebrock reforçou o posicionamento da Casa.

“Enviamos um sinal forte, porque condenamos formalmente todos aqueles que consideram como doença a mudança de sexo ou identidade”, garantiu.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Pesquisas dão vantagem ao atual mandatário, mas número de indecisos é alto no país.

Mundo

Medida foi aprovada por 214 votos a 93

Mundo

Ele foi indentificado como ex-membro da Guarda Real da Arábia Saudita

Mundo

Presidente francês cobrou 'cooperação' e 'ambição' na proteção da Amazônia.