Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Geração que perdeu aulas na pandemia terá salários mais baixos, aponta FMI

Em relatório divulgado nesta quinta-feira (19), Brasil ocupa uma das piores posições.

Tânia Rêgo | Agência Brasil

O fechamento de instituições de ensino durante a pandemia da Covid-19 trará duras consequências. A política do ‘tranca-tranca’, cumprida por autoridades do Brasil e do mundo, será responsável por efeitos danosos a longo prazo na educação de crianças e adolescentes do G20, bloco internacional que reúne as maiores economias do mundo.

De acordo com um levantamento do Fundo Monetário Internacional (FMI), se ações precisas não forem tomadas, as perdas no processo de aprendizado poderão diminuir a renda dessa geração em quase 10% ao longo da vida.

Os dados foram veiculado nesta quinta-feira (19), por meio de um relatório da organização. Outro dado preocupante gira em torno do Brasil. O país aparece na 3ª pior posição entre as nações do G20 que mais sofrerão perdas. Os piores números estão estimados para o México (-9,9%) e à Indonésia (-9,7%).

Ainda conforme o FMI, “o sem precedentes fechamento de escolas durante a pandemia prejudicou o aprendizado dos alunos em muitas economias do G20, mas principalmente os alunos em economias de mercados emergentes”, onde o “impacto foi mais grave para crianças de famílias mais pobres”.

A íntegra do relatório pode ser conferido aqui.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Economia

Declaração foi proferida em debate na TV com autoridades econômicas de diversos países.

Mundo

Governo diz que medida terá duração de 9 dias, após recorde de casos de covid-19 na região.

Mundo

21 milhões de novos casos de Covid foram registrados.

Política

Diretriz repassada a agentes de todo o país estabelece ações em meio à crise sanitária.