Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Na ONU, Bolsonaro destaca política ambiental; campanha de vacinação; liberdades individuais e autonomia médica

Mandatário defendeu as liberdades individuais e repudiou medidas autoritárias.

Alan Santos | PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (21), durante discurso na abertura da Assembleia-Geral da ONU em Nova York, que o Brasil é ponto de referência no tocante à preservação ambiental.

Em sua fala, Bolsonaro destacou o combate à Covid-19 no país, enaltecendo a campanha de vacinação brasileira, além de mencionar que o governo federal distribuiu mais de 260 milhões de doses de vacinas e “mais de 140 milhões de brasileiros já receberam, pelo menos, a primeira dose, o que representa quase 90% da população adulta”.

O chefe do Executivo defendeu também a autonomia médica para utilizar ou não o chamado “tratamento precoce” contra a Covid-10. Ele também fez questão de garantir que o seu governo é contra medidas autoritárias de implementar a obrigatoriedade das vacinas, e que rejeita qualquer possibilidade de segregação social ao adotar o ‘passaporte sanitário’.

“Apoiamos a vacinação, contudo o nosso governo tem se posicionado contrário ao passaporte sanitário ou a qualquer obrigação relacionada a vacinação”, relatou.

“Eu mesmo fui um desses que fez tratamento inicial. Respeitamos a relação médico-paciente na decisão da medicação a ser utilizada e no seu uso off-label”, acrescentou.

Ele disse, inclusive, não entender “porque muitos países, juntamente com grande parte da mídia, se colocaram contra o tratamento inicial. A história e a ciência saberão responsabilizar a todos”.

Em outro momento da fala, o mandatário afirmou que o Brasil é referência em preservação ambiental.

“Nenhum país do mundo possui uma legislação ambiental tão completa quanto a nossa. Esperamos que os países industrializados cumpram seu compromisso com o financiamento do clima”, discursou o presidente brasileiro.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Declaração ocorreu neste domingo, 24, em Brasília.

Política

Maia diz que 'orgia fiscal' do atual governo torna presidente vulnerável.

Saúde

Houve reduções diárias no número de casos e de óbitos.

Mundo

De olho em Pyongyang, Conselho de Segurança da entidade se reúne nesta quarta-feira (20).