Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Nicarágua condena dois opositores a mais de 200 anos de prisão

A Justiça da Nicarágua condenou nesta segunda-feira (18) os líderes opositores Medardo Mairena e Pedro Mena a mais de 200 anos de prisão cada um, informa a Agence France Presse.

Tanto Mairena quanto Mena foram acusados de “ações terroristas” nos protestos do ano passado contra a ditadura de Daniel Ortega. 

Juiz responsável pela sentença, Edgard Altamirano é um aliado do ditador, segundo a imprensa do país.

Segundo o advogado Julio Montenegro, da Comissão Permanente de Direitos Humanos, as penas são o triplo do pedido pela própria Procuradoria.

Mairena é um dos líderes da opositora Aliança Cívica pela Justiça e pela Democracia, formada em maio do ano passado para buscar com o governo uma solução para a crise produzida pelos protestos.

Mena, no entanto, também integra a aliança opositora que participou de um malsucedido diálogo com o governo de Daniel Ortega para uma saída para a crise política, disse seu advogado.

A repressão aos protestos deixou mais de 750 detidos pela ditadura, acusados de “terrorismo” e outros delitos com base em uma lei sancionada no ano passado.

 

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

Determinação partiu da Casa Branca em decreto assinado por Biden.

Mundo

Opositores de Daniel Ortega estão em condições desumanas na prisão.

Mundo

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, solicitou no dia 9 de junho ao Conselho Permanente da entidade que suspenda a...

Mundo

A Organização dos Estados Americanos (OEA) condenou nesta quinta-feira (4) a situação dos presos políticos na Nicarágua, pedindo a libertação imediata dos mais de...