Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

ONU diz que influência humana é grande responsável por mudanças climáticas

Veeterzy | Unsplash

A ação humana no aquecimento global é “inequívoca“, segundo o primeiro relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado nesta segunda-feira (9).

Ao comentar sobre o estudo, o secretário-geral da entidade, António Guterrez, afirmou que o relatório é um “alerta vermelho” que deve fazer soar os alarmes sobre as energias fósseis que “destroem o planeta”.

O secretário pede que nenhuma central de carvão seja construída depois de 2021. “Os países também devem acabar com novas explorações e produção de combustíveis fósseis, transferindo os recursos desses combustíveis para a energia renovável”, declarou.

O relatório estima que o limiar do aquecimento global (de + 1,5° centígrados), em comparação com o da era pré-industrial, vai ser atingido em 2030, dez anos antes do que tinha sido projetado anteriormente, “ameaçando a humanidade com novos desastres sem precedentes”.

“Trata-se de um alerta vermelho para a humanidade”, afirmou Guterres. “Os alarmes são ensurdecedores: as emissões de gases de efeito estufa provocadas por combustíveis fósseis e o desmatamento estão sufocando o nosso planeta”, avaliou.

Vale lembrar que, atualmente, o Brasil participa com menos de 3% das emissões de gases de efeito estufa, mesmo sendo uma das maiores economias do planeta.

Nosso país ainda conta com uma das matrizes energéticas mais limpas, e vem fazendo nos últimos anos diversos investimentos em energia solar, eólica, hidráulica e biomassa.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

Ele falou após a oração do Angelus, na Praça de São Pedro

Política

Refugiados que entram no Brasil pela fronteira com Roraima recebem suporte do País.

Mundo

Pauta pró-vida foi uma das principais bandeiras de Bolsonaro em campanha eleitoral de 2018.

Mundo

Reunião poderá ser realizada na segunda-feira (10)