Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Parque nacional americano remove placas alarmistas sobre aquecimento global depois de frio e neve aumentarem na região

Autoridades do Parque Nacional Glacier, no norte de Montana, silenciosamente removeram algumas placas do centro de visitantes. As placas alegavam que as proeminentes geleiras do parque iriam desaparecer até 2020 ou 2030, devido às mudanças climáticas.

A Daily Caller News Foundation informou que as placas foram atualizadas e agora dizem: “Quando eles desaparecerem completamente, no entanto, vai depender de como e quando agirmos”.

De acordo com o blog sobre mudanças climáticas “Watts Up With That“, — que foi o primeiro a divulgar a mudança das placas — outras placas revisadas ​​dizem que as geleiras desaparecerão nas “futuras gerações”.

As autoridades foram forçadas a remover as mensagens alarmistas depois que os invernos mais frios do que o normal, acompanhados de quantidades extremas de neve, impediram que as geleiras recuassem.

De fato, as duas geleiras mais populares do parque — Grinnell Glacier e Jackson Glacier — parecem estar crescendo, não recuando.

“O recuo dos glaciares no Glacier National Park acelera e desacelera com as flutuações do clima local”, disse o Serviço Geológico dos EUA à Daily Caller News Foundation.

“Esses sinais foram baseados na observação anterior a 2010 de que as geleiras estavam encolhendo mais rapidamente do que um modelo de computador previu”, explicou a agência. “Subsequentemente, uma queda de neve maior do que a média durante vários invernos diminuiu essa taxa de recuo e a data de 2020 usada na exibição do NPS não se aplica mais.”

Com informações de Chris Enloe, The Blaze.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Comentários

Conexão Política é um veículo digital inteiramente comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

Washington ameaçou impor sanções a Moscou em caso de investida contra Kiev.

Política

Governador de São Paulo está em Nova York para encontros com empresários.

Mundo

Presidente dos EUA garantiu que agirá 'rapidamente' se uma atualização da vacina for necessária.

Mundo

Júri de Wisconsin reconheceu que Kyle Rittenhouse não fez nada de errado e o considerou inocente.