Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Rússia celebra entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU

Nesta terça-feira (30), a Rússia reiterou a parceria estratégica com o Brasil e comemorou a entrada do país, em janeiro de 2022, no Conselho de Segurança da ONU, o que possibilitará um aumento na cooperação bilateral.

“São abertas novas possibilidades, dado que, a partir de 1º de janeiro, o Brasil será membro do Conselho de Segurança da ONU, o que incluirá novas direções de trabalho a nossa estreita associação”, indicou o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, ao receber em Moscou o chanceler brasileiro, Carlos França.

O chefe da diplomacia da Rússia afirmou que Moscou e Brasília cooperam de maneira próxima, tanto em formatos bilaterais, únicos em muitos aspectos, como na ONU, no G20 e no bloco dos Brics.

“Nossas relações se desenvolvem tradicionalmente, com base na amizade, respeito mútuo e a consideração dos interesses de cada um, independentemente das circunstâncias”, explicou Lavrov.

O chanceler brasileiro, por sua vez, afirmou que 2022 será um ano especial para os laços entre os dois países, “já que trabalharemos juntos no Conselho de Segurança das Nações Unidas, em que devemos comemorar, além disso, que além de nós, estão representados todos os países Brics”, em referência à África do Sul, China e Índia.

Carlos França garantiu que o país também buscará fortalecer ao longo do próximo ano a parceria estratégica com a Rússia, “em particular, considerando que este será o último ano do presidente Jair Bolsonaro no cargo”.

França ainda garantiu que prevê dar muito trabalho ao novo embaixador do Brasil em Moscou, Rodrigo Baena Soares, que apresentará nesta quarta-feira as credenciais ao presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Mundo

País caiu 58 posições em listagem com mais de 100 nações.

Mundo

Pontífice falou a integrantes do Patriarcado Ecumênico de Istambul.

Últimas

Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública diz que país teve 130 mortes/dia em 2021.

Mundo

Apesar de Moscou garantir que cumpriu obrigações, detentores de títulos dizem não ter recebido.

----- CLEVER ADS -----