Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Rússia inicia manobras no Mar Negro antes da chegada de navios de guerra dos EUA

Russos são acusados de articularem instalação de armas nucleares na Crimeia.

A Marinha da Rússia iniciou uma megaoperação militar no Mar Negro nesta quarta-feira (14).

De acordo com agências de notícias russas, a movimentação ocorre antes da chegada esperada de navios de guerra dos Estados Unidos na região.

Os exercícios, ainda segundo a imprensa internacional, ensaiarão disparos contra alvos de superfície e aéreos, incluindo manobras de navios de frota russa no Mar Negro, que seguem direcionadas na península da Crimeia.

Helicópteros e aviões também estão inclusos no ato.

Conforme já antecipou o Conexão Política, navios de guerra dos EUA devem chegar ao Mar Negro nesta semana. O envio da frota ocorre em meio à tensão na fronteira com a Ucrânia.

O governo russo é acusado de incrementar diversas forças na fronteira com o Leste da Ucrânia e na Crimeia, anexada por Moscou desde 2014 após um referendo local que não foi reconhecido no âmbito internacional.

Em contrapartida, o complexo fortificado no centro da capital russa acusa a Otan de tentar intimidar o país.

O secretário do Conselho de Segurança russo, Nikolai Patrushev os EUA, União Europeia e Ucrânia de agirem para “desacreditar a política interna e externa da Federação Russa, prejudicando sua autoridade e imagem interna e externa, difundindo ideologia extremista e nacionalista”.

De acordo com ele, os militares ucranianos agem em “ações de sabotagem” na Crimeia, e que tais atividades “contribuem para o surgimento de ameaças à segurança nacional”.

Comentários

Conexão Política é um veículo digital inteiramente comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

Investigação americana já está em curso.

Mundo

EUA oferecem recompensa de até US$ 5 milhões por informações a respeito do terrorista.

Mundo

Representantes do grupo extremista e da Casa Branca estão reunidos no Qatar.

Mundo

Foi o segundo lançamento do regime comunista nesta semana.