Conecte-se conosco

Política

Cada vez mais alinhado com a esquerda, PSDB mira isolar apoiadores de Bolsonaro no partido

Publicado

em

Divulgação | Governo do estado de São Paulo

As articulações para 2022 já acontecem a pleno vapor.

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) já começa a endurecer medidas contra apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Nas últimas semanas, parlamentares ligados à sigla que mantém algum vínculo com as ideias de Bolsonaro estão sendo isolados. O gesto, cada vez mais claro, é uma postura deve ser intensificada nos próximos meses.

O partido, que possivelmente deve apoiar Lula em algum cenário de 2022, ainda busca emplacar as candidaturas do governador de São Paulo, João Doria, e do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Oficialmente pré-candidatos pela sigla, os tucanos seguem enfraquecidos numa projeção geral, mas insistem em tentar descolar uma vaga no páreo eleitoral rumo ao Palácio do Planalto.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.