Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Capitais brasileiras se dividem sobre festas de Réveillon

Cidades do Nordeste optaram por cancelar as comemorações.

Riotur.Rio | Flickr

Praticamente um mês antes da chegada do Réveillon, as capitais brasileiras ainda se dividem sobre a realização de festas que possam causar aglomerações.

A virada de ano mais esperada, no Rio de Janeiro, está mantida com aval divulgado nesta última segunda-feira (29) pelo Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 (CEEC).

A capital fluminense informou que a decisão foi embasada na melhora do cenário epidemiológico da cidade – evidenciada pela queda sustentada de casos, óbitos e outros indicadores há semanas.

Já a capital paulista informou que a festividade na Avenida Paulista está sendo planejada, mas que a realização do evento está condicionada ao quadro epidemiológico relativo e futuras decisões das autoridades de saúde pública e sanitárias.

Outras capitais descartaram os festejos. É o caso do Recife, que anunciou nesta terça (30) que não realizará os tradicionais shows de réveillon na orla do Pina e em Boa Viagem.

Salvador foi outro município que anunciou o cancelamento da festa devido ao surgimento da nova variante Ômicron e ao aumento de casos da doença em países da Europa.

A prefeitura de Fortaleza decidiu não realizar festas públicas, mas autoriza os eventos de grande porte com capacidade até 2,5 mil pessoas em ambiente fechado e 5 mil em ambiente aberto.

João Pessoa já havia decretado, em novembro, o cancelamento das festas de rua em comemoração ao réveillon este ano. Apesar disso, a praia ficará liberada para os frequentadores, contanto que respeitem o uso de máscaras e o distanciamento social.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Anvisa diz que resposta sobre venda deve sair no menor tempo possível

Judiciário

Categoria protesta contra desfalque de equipes de saúde na cidade.

Mundo

Decisão foi tomada pelo republicano em seu primeiro dia de mandato.

Últimas

Remessa chegou de madrugada ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas.