Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Centro tem de mirar Bolsonaro por vaga no 2º turno, diz Rodrigo Maia

Maia diz que ‘orgia fiscal’ do atual governo torna presidente vulnerável.

Marcelo Camargo | Agência Brasil

Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara dos Deputados, acredita que a chamada ‘terceira via’ deve ter Jair Bolsonaro como o seu principal adversário político. Para ele, é justamente deste cenário que vai sair o nome do segundo turno das eleições 2022.

“Só tem um para sair do segundo turno, que é o Bolsonaro. O candidato que está no nosso campo da centro-direita bate no Lula para mostrar que é diferente, mas o adversário é o Bolsonaro, que entrou no nosso eleitor”, afirmou em entrevista à Folha de S. Paulo.

Durante sua fala, o político afirmou que o nome mais viável para ocupar a vaga do ‘centro’ é João Doria, atual governador de SP.

O tucano, apesar de ser um nome forte no PSDB, ainda enfrenta forte resistência na sigla e ainda não é figura concretizada ao Planalto.

“Estou convencido que haverá um nome, que eu acho que é o Doria. A terceira via tem uma chance, que é viabilizar um nome no Sudeste. O Sul e o Centro-Oeste estão contaminados pelo bolsonarismo, e o Nordeste pelo lulismo”, disse.

“O Sudeste é a região em que você tem menos contaminação pela polarização”, prosseguiu.

“O Doria está num estado que nunca foi bolsonarista, aqui Bolsonaro foi uma opção [em 2018]. Nas pesquisas, hoje São Paulo é um estado aberto. Claro que tendo um governo bem avaliado em São Paulo, e o governo Doria vem melhorando, a probabilidade de se viabilizar no Sudeste é muito maior do que a do Eduardo Leite”, analisou ele, ignorando o fato de que o tucano usou o slogan ‘Bolso-Doria’ no pleito passado, buscando surfar no eleitorado conservador, cuja expressividade trazia perspectivas decisivas.

Por fim, Maia avaliou que o pleito atual está montado para o Lula ganhar.

“A eleição está montada hoje para o Lula ganhar. Se você desorganizar o processo, acontece o que eu imagino, que é essa orgia fiscal inviabilizar o Bolsonaro”, finalizou.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Governo

Mandatário manifestou preocupação sobre o assunto.

Política

Tom da fala já vem sendo ecoado pelo mandatário há cerca de dois meses.

Governo

Declarações ocorreram nesta segunda (22), em Brasília.

Política

Tratativas visam avançar interesses em torno da entrada do mandatário na sigla.