Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Com bandeira de Che Guevara, manifestantes invadem prefeitura do Rio de Janeiro

Universitários cobram a volta do passe livre no transporte público.

Com bandeiras em menção a símbolos da esquerda, como Che Guevara, alunos do ensino superior invadiram nesta última terça-feira (10) a sede da prefeitura do Rio de Janeiro para pedir a volta do bilhete único universitário, que garante o uso “gratuito” do transporte público municipal.

O benefício foi suspenso no início da pandemia, quando as aulas foram paralisadas. Os manifestantes alegam que algumas universidades privadas já retomaram aulas presenciais e que, mesmo nas públicas, há atividades de estágio e pesquisa que exigem o comparecimento ao local.

O movimento é liderado pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), bem como pela Associação dos Estudantes Secundaristas do Rio (Aerj), da Federação Nacional dos Estudantes em Ensino Técnico (Fenet) e da União Estadual dos Estudantes (UEE). Outras pautas também foram levantadas como a vacinação de  toda a população e a garantia de “volta às aulas com segurança”.

No Rio, o preço das passagens de transporte público varia. O valor unitário nos ônibus, por exemplo, é de R$4,05 e no metrô é de R$5,80. A política de integração oferece descontos em determinadas situações.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Economia

Procura tem sido recorde, informa a liga das escolas de samba.

Economia

Tendência é que os percentuais de ocupação aumentem cada vez mais.

Últimas

Veículo tinha a inscrição da Corregedoria-Geral de Polícia Civil.

Saúde

Durante o ápice da crise sanitária, unidade chegou a ter 400 leitos para a doença.