Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

DEM e PSL aprovam fusão e criação do partido União Brasil

TSE ainda precisa confirmar a integração entre as duas legendas.

Reprodução

O Democratas (DEM) e o Partido Social Liberal (PSL) oficializaram nesta quarta-feira (6) a decisão de se fundirem em um só partido que se chamará União Brasil.

A movimentação foi confirmada pelas duas legendas após convenções partidárias. O União Brasil, no entanto, ainda depende de aprovação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Embora não haja uma posição definida, o novo partido trabalha com a possibilidade de lançar um candidato à Presidência da República em 2022.

“O que vamos discutir no momento oportuno é se vamos ter uma candidatura do próprio partido ou uma candidatura de um partido que se aglutine a nós. Em breve, depois de estarmos juntos, vamos começar a discutir um nome comum”, declarou Luciano Bivar, presidente do PSL.

Bivar concedeu coletiva à imprensa junto com ACM Neto, presidente do DEM. A expectativa dos dois dirigentes é que o TSE leve de dois a três meses para chancelar o nascimento oficial da nova sigla.

O PSL tem, atualmente, a maior bancada da Câmara, com 54 deputados. No Senado, o partido tem dois representantes. Já o Democratas tem 28 deputados, a 11ª maior bancada. No Senado, conta com seis representantes, além do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Chapa havia sido condenada por abuso de poder político em 2018.

Judiciário

Fernando Francischini transmitiu live no dia das eleições questionando segurança das urnas eletrônicas.

Judiciário

Presidente do TSE argumentou a favor da regulamentação de plataformas digitais.

Governo

Montante também será usado para custear atividades de observação eleitoral.