Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Organizados pelo MBL, protestos contra Bolsonaro registram baixa adesão pelo país

Manifestações de hoje foram articuladas em paralelo aos atos de 7 de setembro.

Reprodução | CNN Brasil

Protestos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão acontecendo em capitais e cidades brasileiras neste domingo (12).

Os atos, que tiveram início ainda nesta manhã, pedem o impeachment do chefe do Executivo.

Sob o lema “Fora, Bolsonaro”, as manifestações registraram baixa adesão.

Vale lembrar que as articulações em torno das movimentações de hoje começaram em paralelo à organização das manifestações de 7 de setembro, que foram a favor do mandatário.

Na Avenida Paulista, em São Paulo, as concentrações de público ocorrem nas imediações do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e começaram às 11h. No entanto, por volta das 15h, o ato se dividia em três grupos.

O grupo principal está reunido no Masp e usa camisetas brancas. Outros dois grupos estão espalhados em demais pontos da avenida – a manifestação divide espaço com pedestres e turistas que caminham no local.

A Polícia Militar (PM) recrutou 2 mil policiais do efetivo para reforço no esquema de segurança na região. Diversos políticos devem comparecer na Paulista ainda nesta tarde, entre eles o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

O Movimento Brasil Livre (MBL), principal organizador dos protestos, divulgou a presença do ex-ministro Ciro Gomes, candidato ao Palácio do Planalto pelo PDT em 2018, que discursou brevemente aos presentes nesta tarde.

A presença do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM), que deixou o Executivo nos primeiros meses da pandemia da Covid-19, também está prevista.

Em Brasília, o ato tem a participação de aproximadamente 100 pessoas, que se concentraram próximas à Biblioteca Nacional. O grupo carrega faixas de apoio ao impeachment e realiza palavras de ordem contra o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL).

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

Marcha com milhares de pessoas percorreu a cidade de Haia.

Política

Em 2020, o jovem foi um dos nomes da direita a ser eleito em Fortaleza.

Política

Ex-ministro teria recebido orientações sobre a necessidade de montar um bloco político.

Política

Ação foi apoiada pelo coordenador do movimento, Guilherme Boulos, do PSOL.