Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Ministério da Saúde confirma primeira morte por varíola dos macacos no Brasil

Vítima estava internada em um hospital de Belo Horizonte e tinha baixa imunidade.

NIAID

O Ministério da Saúde confirmou, nesta sexta-feira (29), a primeira morte por varíola dos macacos (monkeypox) no Brasil.

Segundo a pasta, a vítima foi um homem de Uberlândia (MG), internado no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte. O óbito foi registrado na quinta-feira (28). Ele tinha 41 e apresentava baixa imunidade e comorbidades, incluindo um quadro de linfoma, câncer no sistema linfático. Esses fatores levaram ao agravamento clínico.

Ainda de acordo com o ministério da Saúde, o país já possui 1.066 casos. São Paulo e Rio de Janeiro são os Estados com mais contaminados até o momento, com 823 e 124, respectivamente.

O vírus

Trata-se de uma doença viral rara transmitida pelo contato próximo com uma pessoa infectada e com lesões de pele. O contato pode ser por abraço, beijo, massagens ou relações sexuais. A doença também é transmitida por secreções respiratórias e pelo contato com objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies utilizadas pelo doente.

Ainda não há tratamento específico, mas os quadros clínicos costumam ser leves, sendo necessários o cuidado e a observação das lesões. O maior risco de agravamento acontece, em geral, para pessoas imunossuprimidas com HIV/Aids, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, pessoas com doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Economia

A população ocupada é a maior desde o início da série histórica da pesquisa, em 2012.

Economia

Fundo Monetário Internacional estimava taxa em 0,8% em abril.

----- CLEVER ADS -----