Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

PGR deve rejeitar pedido de Bolsonaro contra Alexandre de Moraes

Presidente recorreu à PGR após ação ser rejeitada pelo Supremo.

Antônio Cruz | Agência Brasil

A Procuradoria Geral da República (PGR) deve rejeitar na próxima quarta-feira (25) o pedido de investigação feito pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Segundo apurações do portal Poder360, Augusto Aras solicitou que integrantes do órgão elaborassem “análises e estudos para poder subsidiar a decisão contra o pedido” feito pelo chefe do Executivo federal.

Na última quarta, 18, o presidente apresentou uma representação na PGR contra o integrante do Supremo. A conduta ocorreu poucas horas depois de o ministro Dias Toffoli rejeitar o pedido de Bolsonaro na Corte.

O documento protocolado na Procuradoria é o mesmo. Nele, o mandatário contesta a decisão do magistrado que o incluiu como investigado no inquérito das Fake News, em agosto de 2021, e o acusa de cometer abuso de autoridade.

Ainda no texto, Jair Bolsonaro diz que é “injustificada investigação no inquérito das Fake News, quer pelo seu exagerado prazo, quer pela ausência de fato ilícito”, além de frisar que Moraes “não permite que a defesa tenha acesso aos autos” e, portanto, a investigação “não respeita o contraditório”.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Judiciário

PGR foi a Tabatinga, onde participou de reuniões sobre o caso Bruno Pereira e Dom Phillips.

Política

Magistrado vai substituir o ministro Edson Fachin.

Últimas

Rui Costa Pimenta, que é o presidente da sigla, foi intimado a depor na sede da Polícia Federal.