Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Simone Tebet quer ser presidente: “Minha pré-candidatura é pra valer”

Senadora sul-mato-grossense rejeitou participar de acordo para ser vice em outra chapa.

Joel Vargas | Flickr

Pré-candidata ao Palácio do Planalto pelo MDB, a senadora Simone Tebet (MS) negou nesta última quarta-feira (26) que possa desistir da candidatura para ocupar o lugar de vice, em outra chapa, em um acordo político.

“Não estou colocando meu nome a vice. Por que falam do meu nome e não de outros candidatos [para ser vice]? O União Brasil hoje não fala em candidatura própria, o PSD não sabe se lança um candidato e a gente já estruturou a pré-campanha”, disse.

A congressista afirma acreditar que a visão de que a pretensão dela seria “só de fachada” é mais uma representação do preconceito político que as mulheres sofrem.

“A minha pré-candidatura é pra valer, é o maior partido do país, minha candidatura veio da base, da militância, não dos caciques, não tenho maioria dentro dos diretórios”, declarou.

“Ao contrário do racismo que é escancarado e estrutural, a discriminação com a mulher é velada. Não preciso ir longe, uma mulher recebe até 25% menos para ocupar a mesma função de um homem. O exemplo escancarado de como é difícil ser mulher na política foi a CPI, a gente estava pedindo apenas o direito de voz, não admitimos 20 homens falaram antes de uma única mulher poder falar”, finalizou.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Política

Todos devem cumprir a legislação eleitoral para apto ao pleito deste ano.

Política

Pedido de votos e propaganda eleitoral antecipada não serão permitidos.

Política

Arrecadação pode começar a partir do dia 15 deste mês

Últimas

Para receber a proteção da corporação, cada candidato deve solicitá-la formalmente.