Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

‘Vou ser candidato mesmo’, diz Datena sobre 2022

Nome do jornalista deve compor bloco de centro.

Reprodução | Facebook

O apresentador de TV José Luiz Datena confirmou nesta terça-feira, 2, que deixar o PSL para se filiar ao PSD. A legenda é comandada pelo ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.

“Dessa vez, confirmo que vou ser candidato mesmo. A quê? A que o partido definir”, disse o comunicador.

Além disso, Datena frisou que o nome da sigla para o Planalto gira em torno de Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal.

“Por enquanto, o candidato do PSD é o Rodrigo Pacheco, mas, se quiserem que eu ajude o Pacheco, vou ajudar”, acrescentou.

O que se sabe, apesar da fala do apresentador, é que ele vem sendo sondado para disputar uma vaga no Senado. A estratégia do PSD é mesclar com uma possível candidatura de Geraldo Alckmin, que deve desembarcar do PSDB e arriscar uma vaga ao Palácio dos Bandeirantes.

Alckmin, inclusive, já vem acenando interesses para voltar a concorrer ao governo de São Paulo.

“Eu gostaria muito de servir o Brasil como presidente, ou como vice do Ciro [Gomes], de quem também gosto muito; posso ser vice do Pacheco”, finalizou Luiz Datena.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Apesar de prematura, entrada política de ex-ministro tem movimentado o debate eleitoral.

Política

Proposta foi apresentada pelo Conselho Federal de Contabilidade em audiências públicas.

Política

No último pleito, Marina sofreu perda expressiva de votos, despencando cinco posições.

Mundo

Eleições deste domingo (14) representam 'alterações' políticas de larga escala.