Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Witzel desiste de recorrer contra impeachment: “Acabou, desejo boa sorte ao vice”

Ex-juiz federal reconhece perda do mandato e agora pretende dedicar tempo à família.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, fala à imprensa após reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto.

Wilson Witzel (PSC), cassado do cargo de governador do Rio de Janeiro, afirmou neste sábado (1º) à CNN Brasil que desistiu de ingressar com recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter o julgamento da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Conforme noticiado pelo Conexão Política, o Parlamento estadual aprovou o impeachment definitivo do ex-mandatário por unanimidade – foram 10 votos a 0.

Depois da votação, o colegiado também aprovou a inelegibilidade do político para funções públicas por 5 anos.

“Não vou recorrer. Desejo boa sorte ao vice-governador. Não há recurso possível. Acabou. Fica para a história fazer o julgamento. Vou cuidar da minha família”, lamentou Witzel.

Ele comandou o Palácio Guanabara por 1 ano e 8 meses, mas foi afastado em 2020 pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) após irregularidades nos contratos emergenciais firmados pela Secretaria de Saúde no início da pandemia do coronavírus.

Foi a primeira experiência eleitoral do ex-juiz federal, que abriu mão da magistratura no início de 2018 para concorrer ao governo fluminense.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Economia

Tendência é que os percentuais de ocupação aumentem cada vez mais.

Últimas

Veículo tinha a inscrição da Corregedoria-Geral de Polícia Civil.

Saúde

Durante o ápice da crise sanitária, unidade chegou a ter 400 leitos para a doença.

Judiciário

Prefeitura vai recorrer da decisão.