Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Saúde

Prefeitura do Rio anuncia vacinação de toda população adulta até 31 de agosto

Tomaz Silva | Agência Brasil

A cidade do Rio de Janeiro antecipou o calendário de vacinação contra a Covid-19. As novas datas preveem que todas as pessoas com 18 anos ou mais sejam imunizadas com a primeira dose até o dia 31 de agosto.

Em setembro, os adolescentes de 12 a 17 anos recebem a vacina. Também foram incluídas as grávidas e puérperas a partir de 18 anos e sem comorbidades, que podem comparecer aos postos na próxima semana, entre os dias 21 e 26 de junho.

O calendário anterior previa imunizar as pessoas acima de 18 anos até o dia 21 de outubro. Com a mudança, o governo antecipa a vacinação em um mês e 21 dias. Os adolescentes foram incluídos agora, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar a vacina da Pfizer para crianças com 12 anos ou mais.

O anúncio da mudança no calendário e da inclusão de novas faixas etárias foi feito nesta sexta-feira (18), durante a apresentação do boletim epidemiológico.

Segundo o prefeito, Eduardo Paes (PSD), o calendário inicial foi previsto com “bastante folga” e conforme a previsão de entrega das doses pelo Ministério da Saúde. Como, na prática, a vacinação tem ocorrido com tranquilidade e há as doses estão sendo entregues com regularidade, foi possível antecipar o calendário.

“Num primeiro momento a gente começa ainda respeitando alguns critérios do calendário anterior e no mês de julho e agosto, principalmente em agosto, tem a previsão de chegada de muita vacina. Isso vai nos permitir acelerar quase um dia para cada idade. Cada dia que a gente ganhar é diminuir a chance de o vírus contaminar um cidadão brasileiro, isso permite que esse cidadão esteja protegido e acabe não tendo o caso mais grave da doença”, declarou.

Para a próxima semana, o calendário por idade prevê mulheres de 49 anos ou mais na segunda-feira (21) e homens dessa idade na terça-feira (22). Na quarta-feira (23) ocorre a repescagem para 49 anos e profissionais da educação. Na quinta-feira serão as mulheres de 48 anos, na sexta-feira os homens e no sábado qualquer pessoa com 48 anos ou mais. Nos dias 28, 29 e 30 de junho serão vacinadas as pessoas com 47 anos.

Em julho serão contempladas as pessoas entre 46 e 38 anos e, em agosto, entre 37 e 18 anos. Setembro começa com meninas de 17 anos no dia 1º e meninos de 17 anos no dia 2, seguindo esse escalonamento por idade e sexo até o dia 15 de setembro, quando ocorre a repescagem para todos os adolescentes a partir de 12 anos.

Também presente na apresentação, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reafirmou que o país pretende vacinar todas as pessoas acima de 18 anos ainda em 2021, com a primeira dose até setembro e a segunda até dezembro. Segundo ele, já foram distribuídas 110 milhões de doses de imunizantes aos estados e municípios.

“Nós já contratamos 200 milhões de doses e as entregas têm sido pontuais. Ontem, nós aplicamos mais de 2,5 milhões de doses de vacinas, temos 38 mil salas de imunização pelo Brasil. Já temos 630 milhões de doses contratadas e há uma segurança da entrega dessas doses”, garantiu.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

País caiu 58 posições em listagem com mais de 100 nações.

Últimas

Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública diz que país teve 130 mortes/dia em 2021.

Governo

Ingresso no chamado 'clube dos ricos' é caminho natural, avalia o vice-presidente.

Política

Menos de dois meses após flexibilização, uso do item em locais fechados volta a ser exigido.

----- CLEVER ADS -----