Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Após dizer que China inventou vírus da Covid, Paulo Guedes se pronuncia

Declaração foi um dos principais assuntos desta terça-feira (27).

O ministro da Economia, Paulo Guedes. fala à imprensa no Palácio do Planalto

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na noite desta terça-feira (27) que usou uma ‘imagem infeliz’ ao dizer que os chineses ‘inventaram’ o coronavírus, além de afirmar que a vacina chinesa ‘é menos efetiva’ do que o imunizante da Pfizer.

A declaração ocorreu durante durante uma reunião do Conselho de Saúde Suplementar.

“O chinês inventou o vírus, e a vacina dele é menos efetiva do que a americana. O americano tem 100 anos de investimento em pesquisa. Então, os caras falam: ‘Qual é o vírus? É esse? Tá bom, decodifica’. Tá aqui a vacina da Pfizer. É melhor do que as outras”, disse Guedes.

Ele, no entanto, não sabia que a reunião do conselho estava sendo gravada e difundida nas plataformas digitais. Posteriormente, ao ser informado, reagiu: “Não mandem para o ar”.

Diante da repercussão que a declaração gerou na mídia, o ministro explicou: “Usei uma imagem infeliz”.

“Uma coisa que vem de fora e atinge uma economia de mercado como os Estados Unidos. Eu quis dar a importância do setor privado, como ele consegue dar a resposta”, complementou.

Guedes finalizou dizendo que o ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, entraria em contato com a Embaixada da China para explanar o ‘mal entendido’.

“Nós somos muito gratos à China por ter nos enviado a vacina. Eu tomei a CoronaVac”, pontuou o ministro.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

Casa Branca incluiu 12 empresas do país asiático em lista negra comercial.

Mundo

País comunista se opõe 'firmemente' e afirma que Biden comete 'erro' ao acenar para a ilha.

Congresso

Ministro da Economia participou de audiência pública no Congresso Nacional.

Mundo

Situação de tenista que denunciou agressão sexual preocupa comunidade internacional.