Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Bolsonaro diz que Doria não tem chance em 2022: “Ejaculação precoce”

Para Bolsonaro, Doria não pode pensar em sucessão presidencial sem ter apoio popular.

O presidente Jair Bolsonaro, participa da solenidade de assinatura da medida provisória da liberdade econômica.

Jair Bolsonaro, em sua conversa com a Folha de S. Paulo, disse que João Doria não tem chance em 2022:

“Ele não tem apoio popular.”

Bolsonaro também frisou que a candidatura presidencial de João Doria, em 2022, é uma “ejaculação precoce” e que ele deveria pensar em concorrer apenas em 2026.

Questionado sobre a possibilidade de reeleição, Bolsonaro foi enfático.

“Pretendo sim, se estiver bem lá”, disse.

Intrigas 

Nesta última sexta-feira (30), o governador de São Paulo rebateu as declarações do presidente da República.

Na quinta-feira (29), durante sua live semanal no Facebook, Jair Bolsonaro afirmou que João Doria “mamou nas tetas” do BNDES.

João Doria comprou também [jatinho]. Explica isso aí. Só peixe. Amigão da Dilma e do Lula. Eu vejo o Doria falando de vez em quando: ‘minha bandeira jamais será vermelha’. É brincadeira. Quando ele tava mamando lá, a bandeira era vermelha com foiçasso e martelo sem problema nenhum”, declarou Bolsonaro.

Os dois vêm se distanciando nas últimas semanas após uma aliança no segundo turno das eleições.

Nunca precisei mamar em teta nenhuma”, respondeu Doria em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

E completou:

Não vou entrar nessa polêmica. Essa informação já era pública. Já tínhamos comprado, assim como o Luciano Huck, e não tinha nenhuma caixa preta”.

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Política

Volume de recursos saltou de R$ 896 milhões no 1º ano de gestão para R$ 1,9 bi em 2022.

Últimas

Governo Federal também deve liberar crédito extra para duas pastas

Últimas

Bolsonaro respondeu carta divulgada por Antonio Barra Torres

Últimas

Desconto maior de 92% da dívida valerá para 548 mil contratos