Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Com mais de 100 mil curtidas, página ‘Direita Pernambuco’ é removida pelo Facebook


Em mais uma ação contra as chamadas “fake news”, o Facebook tirou do ar, nesta sexta-feira (11), a página ‘Direita Pernambuco‘, conhecida por ser o principal movimento conservador no estado nordestino.

Com mais de 100 mil curtidas, o grupo possuía um alcance médio de 1 milhão de visualizações.

Liderada atualmente pelo jovem Mateus Henrique, a página foi criada em 2014, com a finalidade de uma aproximação maior com o eleitorado que se identifica com as ideias conservadoras.

Nos últimos meses, segundo Mateus, o alcance da página passou a ter um corte drástico, com perda de mais de 250 mil engajamentos.

O Conexão Política teve acesso as notificações enviadas pela plataforma antes da exclusão.

Segundo a rede social, as publicações do Direita Pernambuco não possuíam “contexto”, além de “violar os padrões da comunidade” e também realizar “discurso de ódio”.

Porém, os posts do DPE apenas se resumiam em difundir opiniões políticas, além de exercer antagonismo as principais lideranças políticas de Pernambuco.

Questionado sobre a série de postagens classificadas como ‘violação’ pelo Facebook, Mateus Henrique fez questão de frisar que esses conteúdos eram publicações de terceiros, a exemplos de notícias de jornais digitais de uma linha editorial volta à direita, a exemplo do Conexão Política, Gazeta do Povo, revista Oeste e entre outros.

Recentemente, a rede social também removeu outras contas de grupos ligados a um posicionamento político à direita, afirmando que as páginas removidas “faziam parte de uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas, e escondia das pessoas a natureza e a origem de seu conteúdo com o propósito de gerar divisão e espalhar desinformação”.

A empresa disse que houve uma investigação criteriosa antes de optar pela remoção.

Em nota oficial, o Direita Pernambuco repudiou a decisão. Leia a nota na íntegra:

Censura no Facebook! A página do Direita Pernambuco, cujas curtidas e seguidores eram mais de cem mil e o alcance ultrapassava mais de um milhão de pessoas, foi retirada do ar pelo Facebook, sumariamente. A plataforma, que alega ‘liberdade’ e ‘espaço democrático’, mas que pela prática se conhece o que isso quer dizer, no sentido ambíguo que ela aplica, da mesma maneira recusou-se a nos permitir iniciar uma nova página com o nome de usuário anterior. Por isso, criamos essa nova página e está com nome (Direita Pernambuco2) e com o nick de usuário @direitaapernambuco (com dois as, mesmo, no meio) e pedimos a todos que curtam, sigam e interajam como antes. Sabe quando iremos parar? Nunca! (Olavo de Carvalho)”.

 

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

Big Tech justificou mudança com “preocupações sociais” quanto à privacidade dos usuários.

Mundo

Usuários estão com dificuldades para acesso às plataformas.

Mundo

Foi "um erro causado por nós próprios", segundo o vice-presidente de Infraestruturas da empresa.

Mundo

Regime comunista diz que games devem promover “valores corretos” a serviço do PCC.