Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Coreia do Norte confirmou casos de COVID-19, segundo fontes

Houve casos confirmados em três áreas: Pyongyang, província de Hwanghae do Sul e província de Hamgyong do Norte

Houve casos confirmados em três áreas: Pyongyang, província de Hwanghae do Sul e província de Hamgyong do Norte

O coronavírus chinês não poupou a Coreia do Norte, segundo fontes. Apesar da alegação de que o país recluso não confirmou casos de COVID-19, as autoridades têm dito aos cidadãos em palestras públicas que há casos confirmados dentro das fronteiras no início de março.

A Radio Free Asia (RFA) relatou que, de acordo com duas fontes, o governo norte-coreano realizou palestras em todas as organizações e unidades de vigilância de bairro no final de março para educar as pessoas sobre a pandemia, onde os oradores declararam publicamente que o COVID-19 estava se espalhando em três áreas específicas do país .

Um morador da província de Ryanggang disse à RFA: “Eles realizaram uma sessão de palestras para todos os residentes intitulados ‘Vamos trabalhar juntos no projeto de quarentena de coronavírus para com sucesso implementar as políticas do Supremo Líder'”.

Dado que havia pacientes confirmados entre as pessoas, e as diretrizes de quarentena do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte não foram implementadas adequadamente, o palestrante pediu aos participantes que “evitassem mais danos à sociedade para que juntos pudessem vencer a guerra contra o coronavírus”.

A fonte também acrescentou que, com base no relato do palestrante, houve apenas casos confirmados em três áreas – Pyongyang, província de Hwanghae do Sul e província de Hamgyong do Norte. No entanto, os moradores continuam em dúvida sobre essa afirmação.

Segundo a segunda fonte, que também participou de uma palestra semelhante em Pyongyang, os norte-coreanos foram informados que “deveriam ser gratos por morar em um país com o menor número de casos, graças ao sistema político e às políticas de saúde do país”.

“Eles até nos disseram que deveríamos prometer nossa lealdade eterna ao nosso líder por nos fornecer um sistema de saúde tão bom”, disse a fonte à RFA.

O estado autoritário socialista é conhecido por sua deificação de seus líderes – ou seja, três gerações de Kims. Sua decisão não pode ser questionada e o país deve reverenciá-los sem reservas.

É possível que o atual líder e ditador Kim Jung-Un queira manter sua “invencibilidade” tanto no país quanto externamente, através da exibição da “lenda do caso zero” da Coreia do Norte.

 

Comentários

Correspondente internacional na Europa.

Mundo

Regime comunista ordenou isolamento a mais de 187 mil pessoas no país.

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

Política

Foram apreendidos quase R$ 2 milhões na residência de Adriana Belém

Política

Prazo também vale para pagamento da primeira cota