Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Economia

Dólar cai e chega quase a R$ 5; Bolsa se estabiliza em 93 mil pontos

O dólar acelera em direção aos R$ 5,00 rapidamente, com nova queda de mais de 3,5% ante o real, nesta quarta (3). Há um desmonte de posições defensivas que fortalece a liquidez no mercado futuro.

Na mínima, o dólar à vista caiu a R$ 5,0171 (-3,68%) – seu menor valor intraday desde 26 de março passado, quando a mínima foi de R$ 4,9738.

Na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, em seu quarto dia seguido de alta, o Ibovespa caminha para uma nova marca histórica em termos de pontuação, como ocorrera na terça-feira, 2, (91.046,49 pontos) e ainda sugere estar preparado para ir além.

Até o momento, já tem o melhor nível desde o dia 9 de março deste ano (97.982,08 pontos), conquistando mais de 2,6 mil pontos.

Os ganhos na B3 são sustentados pelas crescentes apostas de aceleração da retomada da economia mundial, especialmente após indicadores de atividade melhores que o esperado na Europa, Ásia e Estados Unidos. Ainda que em menor medida, também há a ideia de que o Brasil continua lutando para recuperar os prejuízos em termos de atividade, provocados pelos efeitos do novo coronavírus, mas que ainda será um longo caminho.

O mercado põe na conta a sinalização do governo de dialogar com o Supremo Tribunal Federal (STF), além do descarte de um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

Corte suspendeu uma decisão de 1973 que considerava a interrupção da gravidez como direito.

Governo

Presidente afirma que segue confiando em ex-ministro investigado pela PF.

Governo

Ingresso no chamado 'clube dos ricos' é caminho natural, avalia o vice-presidente.