Conecte-se conosco

Política

Fotógrafo assassinado por traficantes será enterrado nesta segunda-feira

Polícia abriu inquérito para investigar o caso.

Publicado

em

Reprodução

O fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, morto por traficantes na comunidade do Santo Cristo, no Fonseca, em Niterói (RJ), na manhã do último sábado (15), será enterrado nesta segunda-feira (17), às 14h.

O velório e sepultamento ocorrerão na Arquiconfraria Nossa Senhora da Conceição, no Barreto, e devem ser restritos à família e amigos próximos.

Segundo relatos, Thiago foi morto após pedir a traficantes que diminuíssem o barulho na vizinhança, para que a filha dele pudesse dormir. Ainda de acordo com parentes, a garota de 5 anos estava acordando a todo momento, pois o estrondo na região era muito forte.

No hospital, a esposa disse aos policiais ter ouvido o disparo e, ao sair da residência, encontrou o marido caído no quintal. A vítima foi alvejada na cabeça e foi submetido a uma cirurgia de emergência, mas não resistiu aos ferimentos.

O caso, que tem repercutido na região, vem ganhando destaque em âmbito nacional. Ontem e hoje, termos relacionados ao assassinato chegou aos assuntos mais comentados do Twitter.

Nas redes sociais, amigos e familiares deixaram mensagens no perfil do fotógrafo e lamentaram sua morte.

“Impossível descrever tamanha revolta! Vá com Deus, Freitas!”, diz uma das mensagens.

“À família, os mais sinceros sentimentos. Que tristeza!”, escreveu outro usuário.

Este, sim, é uma vítima da sociedade, e digno de receber todo suporte dos Direitos Humanos. Que a família não fique desamparada”, postou uma terceiro.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) investiga o crime.

Conexão Política é um veículo digital inteiramente comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | contato@conexaopolitica.com.br