Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Lideranças católicas e evangélicas se unem a Bolsonaro para impedir o avanço da agenda marxista no Brasil

Imagem: Divulgação/Reprodução

Nos últimos meses, a candidatura de Jair Bolsonaro vem recebendo apoio de nomes influentes como o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, e o pastor e senador Magno Malta (PR-ES), um dos líderes da frente religiosa no Congresso. Malafaia celebrou seu casamento com a atual mulher. Malta foi cortejado pelo pré-candidato para ser vice em sua chapa.

Em visita a Roraima, no início do mês, Bolsonaro lançou como pré-candidato ao Senado por seu partido o pastor da Assembleia de Deus Isamar Ramalho. No discurso para uma plateia de fiéis, o pastor comparou Bolsonaro a personagens bíblicos e afirmou, apontando para o deputado, que “Deus tem uma pessoa certa para cada templo, e este é o homem para este”. Já Bolsonaro afirmou que “Deus não dá nenhuma cruz que não possa carregar”.

Na quinta-feira, Bolsonaro conversou reservadamente com o pastor Cláudio Duarte. Influente nas redes sociais, ele indicou apoio a Bolsonaro. “No que você precisar eu tenho aí um movimento na minha rede social”, disse. Antes do bate-papo, o deputado assistiu da primeira fila à palestra do pastor a um auditório lotado de mulheres na região central de Brasília.

Sua passagem foi discreta e ele se mostrou tímido diante do pastor – postura que o pré-candidato ao Planalto pretende manter nos encontros religiosos, bem diferente da que adota em discursos e nas redes sociais.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Entrevista foi acompanhada por mais de 570 mil pessoas ao vivo e foi o assunto mais comentado nas redes.

Política

Adesão do grupo protestante tem sido cada vez maior em torno do atual chefe do Executivo federal.

Governo

Cerimônia faz parte da agenda de compromissos do presidente no interior paulista.

Governo

Presidente afirma que segue confiando em ex-ministro investigado pela PF.

----- CLEVER ADS -----