Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

‘Não debato com pessoas condenadas por crime’, afirma Moro

O juiz federal Sérgio Moro, responsável em primeira instância pelas ações penais da Lava Jato no Paraná, disse nesta sexta-feira (8) que não debate publicamente com pessoas condenadas por crime e se negou a responder fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para quem a atuação da Justiça tem servido para “desmoralizar a Petrobrás e o Rio de Janeiro“.

Após o evento na sede da Petrobras, no centro do Rio, Moro criticou o foro privilegiado e disse que casas legislativas podem agir ‘com desvio de poder’, ao evitar a prisão de parlamentares.

“O foro privilegiado fere o princípio da igualdade. Todas as pessoas têm que ser tratadas de maneira igual perante a lei. O princípio da igualdade está na base da nossa democracia. Por outro lado, na prática, os tribunais superiores estão assoberbados de processos, estão sobrecarregados de recursos”.

“Se a Casa legislativa age dessa forma, protegendo o parlamentar de uma investigação ou processo por corrupção, ela está agindo com desvio de poder. Isso tem que ser discutido seriamente”, afirmou.

Segundo o juiz, é preciso pensar também nos mecanismos de proteção jurídica dos agentes políticos.

“Houve aquela discussão se está sujeita ou não uma prisão de um parlamentar a uma casa legislativa, não vou entrar no mérito da controvérsia. Mas, ainda que se for reconhecer alguma espécie de proteção, ela deve ser utilizada para proteger o parlamentar quanto a eventual perseguição política por conta da sua opinião pública e não para protegê-lo de investigações ou perseguições por corrupção”, acrescentou.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Política

Levantamento foi realizado pelo Paraná Pesquisas.

Política

Segundo ele, documento apontava detalhes de financiamento ilegal em favor de políticos do partido.

Política

Os dois principais nomes aparecem isoladamente na liderança da corrida ao Planalto.

Governo

Indicado pelo governo federal, ele foi eleito com 7 votos favoráveis e 3 contrários.

----- CLEVER ADS -----