Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

PF encontra dinheiro escondido entre as nádegas de senador vice-líder do governo

Nesta última quarta-feira (14), o vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), foi alvo de mandado de busca e apreensão.

Na casa do parlamentar, a Polícia Federal (PF) em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) encontraram cerca de R$ 30 mil em espécie. Parte desse valor estava escondido entre as nádegas do senador.

PF e CGU na casa do senador Chico Rodrigues, no bairro Paraviana, em Boa Vista/RR — Imagem: Laudinei Sampaio/Rede Amazônica

Chico Rodrigues foi alvo da operação ‘Desvid-19′ que apura suspeitas de sobrepreço e superfaturamento na execução de emendas parlamentares destinadas ao combate à pandemia do vírus chinês em Roraima.

Os desvios totalizariam cerca de R$ 20 milhões, de acordo com os investigadores.

OUTRO LADO

Após a deflagração da força-tarefa, o senador emitiu nota oficial negando envolvimento em atos ilícitos.

“A Polícia Federal cumpriu sua parte em fazer buscas em uma investigação na qual meu nome foi citado. No entanto, tive meu lar invadido por apenas ter feito meu trabalho como parlamentar, trazendo recursos para o combate à covid-19 na saúde do estado”.

O parlamentar também disse confiar na Justiça.

“Não sou executivo, portanto não sou ordenador de despesas e, como legislativo, sigo fazendo minha parte, trazendo recursos para que Roraima se desenvolva. Que a justiça seja feita e que, se houver algum culpado, que seja punido nos rigores da lei”, conclui o texto.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Minas Gerais.

Judiciário

Prejuízo aos cofres públicos é de aproximadamente R$ 2,8 milhões.

Judiciário

Caminhoneiro teve a prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Judiciário

Jogadores teriam prestado informações falsas ao entrar no Brasil.