Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Polícia Federal prende três bolivianos com passaportes falsos no Aeroporto de Recife

Os três estrangeiros foram presos em flagrante tentando embarcar para a Europa

Reprodução / Internet

Neste sábado (1), uma mulher, de nacionalidade Boliviana, foi interceptada e presa no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre, no Recife, ao tentar embarcar para a Espanha com um passaporte espanhol contendo indícios de falsificação.  Já no domingo (2), outras duas pessoas, também de nacionalidade boliviana, foram presas em situação similar.

As inconsistências no documento de viagem foram identificadas por funcionários da companhia aérea que informaram à Polícia Federal sobre o fato. O carimbo que constava no documento de viagem não era original e isso levantou a suspeita de que o passaporte também poderia ser falsificado ou de que a pessoa que estava portando não fosse a titular do documento.

A adidância da Polícia Federal em Madri fez contato com a Polícia Nacional da Espanha e confirmou que os dados no sistema de passaportes são autênticos, porém, as digitais não coincidem com a pessoa que se apresentou para embarque.

Durante o interrogatório, a primeira presa afirmou que possui dupla nacionalidade e que os filhos ainda moram na Espanha. Ela ainda foi flagrada com outro documento de identidade escondido no sapato e disse ser de sua irmã.

Já o casal preso ontem, confessou ter recebido os passaportes na cidade de Cochabamba, na Bolívia, e que iriam para a cidade de Málaga, na Espanha, para viver e trabalhar.

Um inquérito foi aberto para apurar o caso e identificar uma possível atuação de organização criminosa atuado em crimes de imigração.

As três pessoas detidas foram indiciadas pelo crime de falsidade ideológica, art. 299 do Decreto Lei 2.848/1940 – Código Penal.

Com informações, Polícia Federal.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Política

Agentes cumprem mandados em quatro estados e no Distrito Federal

Últimas

Operação Cannabis Furari é decorrência da Acesso Noturno, deflagrada em dezembro de 2021.

Últimas

Agentes apreenderam diversos equipamentos utilizados para extração de ouro.

Política

Investigação também descartou possível denunciação caluniosa do ex-ministro da Justiça.