Conecte-se conosco

Últimas

Rio de Janeiro fará, em setembro, busca dos que não tomaram segunda dose

Secretaria espera vacinar 90% das pessoas com primeira dose em agosto.

Published

em

Tânia Rêgo | Agência Brasil

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro vai iniciar um processo de busca ativa das pessoas que não tomaram a segunda dose da vacina contra a covid-19.

O secretário Daniel Soranz disse, segundo a Agência Brasil, que é preciso alcançar o máximo de pessoas imunizadas na cidade. Ele espera chegar em agosto com 90% das pessoas imunizadas com a primeira dose.

A vacinação na população adulta com mais de 18 anos de idade termina no dia 18 de agosto. Soranz explicou que a intenção da secretaria é, em setembro, buscar todas as pessoas que por algum motivo não quiseram tomar a vacina ou tiveram empecilho para se vacinar na data correta.

“A gente vai detalhar todos os cadastros em uma grande busca ativa na cidade do Rio para tentar diminuir muito o número de cariocas que não se vacinaram. Então, é um mês super estratégico. É um dos meses mais importantes da campanha, porque é o mês que a gente vai fazer a busca ativa de quem não se vacinou”, explicou durante a apresentação, hoje (16), do 28º Boletim Epidemiológico da Prefeitura do Rio de Janeiro.

A semana de vacinação termina neste sábado (17) com a imunização dos homens com 37 anos de idade. E encerra também amanhã a repescagem de pessoas com deficiência, que começou a vacinação na segunda-feira (12).

O secretário informou que na semana que vem terminará a aplicação da segunda dose no grupo de 60 anos de idade ou mais.

Na semana que vem, volta a repescagem por idade e, segundo o secretário, será feita na quarta-feira (21) e no sábado (24).

Percentuais atingidos

A prefeitura comemorou o percentual de 91,6% de imunização das pessoas de 40 a 49 anos de idade com a primeira dose, que foi o último grupo a atingir esse patamar, já alcançado por outras faixas etárias.

“Mostrando que a gente não está deixando ninguém para trás, a gente está avançando e garantindo as coberturas preconizadas para cada faixa etária”, disse o superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Márcio Garcia.

Garcia informou que os calendários anunciados pela prefeitura indicam que em novembro estará concluído o esquema completo com a aplicação das duas doses em toda a população da cidade do Rio de Janeiro.

“Esse é o objetivo maior, com esquema completo até o mês de novembro tendo D1, D2 ou dose única em toda a população carioca, adolescentes e maiores de 18 anos até o final de novembro”, acrescentou.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.