Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Secretário de Cultura passa por cateterismo de emergência

É a segunda vez que Mário Frias passa pelo procedimento em seis meses

Brasilia /DF 19/08/2020 - Secretário-executivo do Ministério do Turismo, Daniel Nepomuceno, e o secretário Especial da Cultura, Mário Frias durante cerimônia onde liberaram R$ 1,2 milhão para ações culturais da Biblioteca Demonstrativa de Brasília . Foto: Roberto Castro/ Mtur

O secretário especial de Cultura do governo federal, Mário Frias, passou por um cateterismo de emergência no final da tarde desta quarta-feira (12), em Brasília, e está em observação em um hospital privado da capital federal.

A informação foi divulgada em nota oficial pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) do Ministério das Comunicações, que acrescentou que o ator, de 49 anos, “se recupera bem” do procedimento.

Ainda de acordo com a Secom, Frias sofreu angina (obstrução de artéria) aguda e suspeita de princípio de infarto. Esta é a segunda vez que o secretário é atendido com problemas cardíacos em menos de seis meses.

O cateterismo é um exame feito para diagnosticar obstruções nos vasos sanguíneos que irrigam o coração, assim como outros problemas estruturais do órgão. Ele é feito introduzindo-se um fino catéter na artéria do paciente, que permite a visualização da região cardíaca.

No dia 11 de dezembro do ano passado, ele teve um princípio de infarto e também passou por cateterismo. O ator está no cargo desde junho de 2020. A Secretaria Especial de Cultura é vinculada ao Ministério do Turismo.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Desconto maior de 92% da dívida valerá para 548 mil contratos

Economia

Mercado financeiro espera por nova alta da Selic para 9,25% ao ano.

Mundo

Nesta terça-feira (30), a Rússia reiterou a parceria estratégica com o Brasil e comemorou a entrada do país, em janeiro de 2022, no Conselho...

Governo

Portaria diz que, em caso de descumprimento, projeto cultural poderá ser reprovado ou multado.