Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Sérgio Cabral é condenado a mais 15 anos de prisão por lavagem de dinheiro

O juiz Marcelo Bretas acaba de aceitar mais uma denúncia do MPF contra Sérgio Cabral e sua turma de operadores. O magistrado condenou o ex-governador do Rio de Janeiro a 15 anos de prisão por  corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Agora, as penas já somam 87 anos.

Essa é a 16ª denúncia aceita pela Justiça contra Sérgio Cabral. Dessa vez, está relacionada a propinas na Funderj (Fundação do Departamento de Estradas e Rodagem do Rio de Janeiro) no valor de R$ 18,1 milhões.

O esquema de Cabral funcionou na Funderj de janeiro de 2007 a setembro de 2014. Ou seja, desde o primeiro mês de governo de Cabral.

De acordo com a denúncia do MPF, Henrique Ribeiro era o presidente da Funderj e o gerente das propinas pagas pelas empresas. Um assessor de Ribeiro recolhia a propina e a repassava para Carlos Miranda e Luiz Carlos Bezerra. A dupla, em seguida, entregava o dinheiro para Cabral.

 

 

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Últimas

Juíza disse que não houve nenhuma mudança que justifique revogação

Judiciário

Secretarias de segurança deverão se manifestar em 15 dias.

Política

Agentes cumprem mandados em quatro estados e no Distrito Federal

Judiciário

Empresário é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

----- CLEVER ADS -----