Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

TRF-2 decide que Adriana Ancelmo deverá voltar à prisão

Três dos cinco desembargadores do TRF-2, no Rio, votaram pelo restabelecimento da prisão preventiva para Adriana Ancelmo.

O mandado de prisão será expedido ainda hoje por determinação dos magistrados.

Desembargadores que votaram pelo retorno à cadeia:
Abel Gomes, Marcello Granado e Paulo Espírito Santo.

Desembargadores que votaram pela permanência da prisão domiciliar:
Simone Schreiber e Ivan Athié.

Adriana está em prisão domiciliar desde 26 de abril, com o argumento de que “precisa cuidar dos filhos”, de 11 e 14 anos.

O Ministério Público Federal pediu a cassação do benefício por acreditar que Adriana exerce posição de destaque na organização criminosa de Sérgio Cabral.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Últimas

Juíza disse que não houve nenhuma mudança que justifique revogação

Política

Vereador registrou momento em que empresário teria oferecido propina.

Judiciário

Caminhoneiro se apresentou espontaneamente ao delegado-chefe da PF em Joinville.

Judiciário

Contas bancárias do fundador do Terça Livre foram bloqueadas.

----- CLEVER ADS -----