Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

TSE atende coligação de Haddad e manda remover vídeo de Bolsonaro sobre risco de fraude


Imagem: Sérgio Lima | Poder 360

Por 6 a 1, o TSE atendeu a uma petição da coligação de Fernando Haddad e estabeleceu a remoção de um vídeo de Jair Bolsonaro dentro de um prazo de 24 horas, registra O Antagonista.

No vídeo, o presidenciável do PSL afirma haver risco de fraude nas eleições em razão da ausência do voto impresso.

“A grande preocupação realmente não é perder no voto, é perder na fraude. Então, essa possibilidade de fraude no segundo turno, talvez até no primeiro, é concreta”, declarou Bolsonaro em 16 de setembro, quando ainda estava internado no hospital Albert Einstein.

A cúpula petista alegou que o deputado proferiu “inúmeras” ofensas ao TSE e ao STF.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Judiciário

Chapa havia sido condenada por abuso de poder político em 2018.

Governo

Declaração do presidente foi confirmada pelo dirigente do partido.

Judiciário

Fernando Francischini transmitiu live no dia das eleições questionando segurança das urnas eletrônicas.

Mundo

Ditador afirma que declarações do brasileiro sobre a Covid-19 são “loucuras típicas de um extremista de direita”.