Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Viúva de PM morto no RJ chora e lamenta: “Meu marido morreu lutando”


A viúva do cabo da Polícia Militar Derinaldo Cardoso, Suelem Oliveira, desabafou durante o enterro do marido, no sábado (5).

O militar foi morto por um criminoso durante um assalto a um estabelecimento localizado em Mesquita, na Baixada Fluminense, na última sexta-feira (4). O tiro atingiu a região da cabeça enquanto ele tentava impedir a ação criminosa.

O PM trabalhava no 20º Batalhão e chegou a ser levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) em estado gravíssimo e passou por uma cirurgia de emergência.

Internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da unidade, não resistiu aos ferimentos.

“Ele não é mais um. Ele é meu marido, é pai de Rachel e de Samuel. Ele não é mais um. Eu queria muito que todos os outros policiais não fossem mais um. Porque eles têm família, têm mãe, têm filhos, têm irmãos. Meu marido morreu lutando, servindo e protegendo a sociedade, e deixou nossa família”, disse Suelem.

Derinaldo Cardoso foi velado e sepultado no cemitério Jardim da Saudade, em Jardim Sulacap, Zona Oeste do Rio de Janeiro/RJ.

A despedida aconteceu sob forte comoção e contou com as honrarias militares.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Economia

Tendência é que os percentuais de ocupação aumentem cada vez mais.

Últimas

Veículo tinha a inscrição da Corregedoria-Geral de Polícia Civil.

Saúde

Durante o ápice da crise sanitária, unidade chegou a ter 400 leitos para a doença.

Últimas

O crime ocorreu na Avenida Fernando Mattos, a menos de 500 metros da sede da Delegacia de Homicídios.