Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Análise

Por que Flávio Bolsonaro não assinou o requerimento da CPI da Lava Toga?

Confira o questionamento do colunista Marcos Rocha

Na tarde desta última quinta-feira (14), o Conexão Política noticiou que o requerimento para solicitar a criação de uma comissão parlamentar de inquérito para investigar os tribunais superiores (CPI da Lava Toga) havia alcançado o número mínimo de assinaturas para ser protocolado no Senado Federal.

Embora o número mínimo de assinaturas já tenha sido alcançado, o autor da proposta, senador Alessandro Vieira (PPS-SE), decidiu aguardar um pouco mais antes de protocolar o pedido.

Um fato, porém, causou questionamentos nas redes sociais: Flávio Bolsonaro foi o único senador do PSL que não assinou o requerimento.

Coincidência ou não, os senadores do PT também não assinaram o documento.

Pois bem…

Alguns boatos foram lançados na internet. Eleitores mais aguerridos justificavam dizendo que Flávio não poderia assinar requerimento de CPI já que faz parte da Mesa Diretora do Senado.

Na tarde desta sexta-feira (15), conversei com o funcionário Max, da SGM (Secretaria Geral da Mesa) do Senado Federal e, segundo as suas informações, “não existe nenhum impedimento regimental que impossibilite os membros da Mesa Diretora de assinarem os requerimentos de CPI”.

O povo merece esclarecimentos do senador fluminense. Por que não assinar o requerimento para a abertura desta CPI tão importante para o Brasil?

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Segunda Turma negou recurso do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Congresso

Cúpula do colegiado entregará parecer de Renan Calheiros ao Tribunal Penal Internacional, em Haia.

Judiciário

Na imagem, socialista acusava senador de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção.

Judiciário

Corte entendeu que processo deveria ser conduzido pelo Tribunal de Justiça.