Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Economia

Ações da Magazine Luiza despencam e acumulam queda de 76% em 12 meses

Na internet, internautas dizem que ‘lacração’ e ‘politicagem’ afetaram os negócios.

Reprodução

Já faz um tempo que as ações da rede Magazine Luiza estão despencando na B3, a Bolsa de Valores do Brasil.

O ano de 2021 tem sido bastante turbulento para a gigante varejista, cuja notoriedade cresceu de modo avassalador nos últimos anos.

As informações são do site Metrópoles.

Na última quarta-feira, 1 de dezembro, foi registrado uma queda de 11,79%. No dia seguinte, mais um saldo negativo de 1,74%, em relação ao dia anterior.

No fechamento do pregão da quinta-feira (2), os papéis eram comercializados a R$ 6,76 na B3. Em 6 de novembro de 2020, valiam R$ 27,34

Ainda de acordo com o Metrópoles, o grupo empresarial já acumula retração de 76% desde novembro de 2020.

Em entrevista ao site, o sócio e assessor de renda variável da Acqua-Vero, Gustavo Gomes, disse que a ‘Magalu’ tem sido impactada pela alta da taxa de juros e pela perda do poder de compra das classes C e D.

“As pessoas acabaram fazendo dívidas, e o impacto tem sido maior nos meses de outubro e novembro deste ano. Com os juros altos, é hora de segurar para o consumidor”, apontou.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Economia

Para ele, Magalu pode ser protagonista no processo de digitalização do varejo no país.

Economia

Bolsa iniciou em forte alta, mas fechou praticamente estável.

Últimas

As ações da Eletrobras disparavam na manhã desta sexta-feira (18) e lideravam as altas do Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores. Ontem, conforme...

Ajude a Evangelizar o Mundo

Este é o 30° texto da coluna diária do Conexão Política sobre reflexões cristãs.