Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Editorial

Nota oficial

Mikołaj | Unsplash

O Conexão Política informa que, por decisão da direção-geral, a ‘Coluna do Isentões’ foi desligada de forma definitiva das nossas plataformas de comunicação.

Esclarecemos ainda que os textos publicados pelo autor jamais foram remunerados tampouco envolveram qualquer ônus financeiro a nenhuma das partes.

Importante fazer saber que, desde o início, assim como todos os internautas, não tínhamos conhecimento sobre a identidade do controlador do perfil ‘Isentões’, fato que tornou-se público somente em momento posterior, quando este já ocupava espaço em nosso portal de notícias.

Todas as tratativas, como por exemplo o convite para ser colunista e o envio dos textos para publicação no site, foram feitas por meio de trocas de mensagens com o perfil ‘Isentões’ através da rede social Twitter.

A ‘Coluna do Isentões’ ocorreu de forma absolutamente excepcional na história do CP, movida à base da confiança que o perfil transmitia e pelas boas referências, já que a conta chegou a ser recomendada por várias figuras públicas durante as eleições de 2018, incluindo autoridades da República.

Não abrimos espaço para pseudônimos, mas todos sabemos que o perfil tornou-se notoriamente reconhecido pelas investigações que fazia contra jornalistas que buscavam influenciar politicamente no pleito daquele ano.

Foi então que decidimos, já no primeiro semestre de 2019, inovar. Tínhamos a expectativa de que poderíamos, num primeiro momento, oferecer conteúdo diferenciado aos nossos leitores, uma vez que o perfil era reconhecido pela produção de temas particulares, e alcançar uma maior audiência, na medida em que a página ‘Isentões’ ostentava milhares de seguidores.

Sabemos do tamanho da responsabilidade em nossas mãos. Ao Conexão Política cabe rechaçar com a mais absoluta veemência qualquer prática de ato ilícito, sendo a Justiça o órgão mais competente para deliberar sobre o caso concreto. Nosso quadro interno de colunistas conta com jornalistas, parlamentares das esferas estadual e federal, professores universitários, cientistas políticos, procurador da República, jurista internacional, empresários e influenciadores digitais. Todos gozam de conduta ilibada.

Nosso conteúdo é lido diariamente por grandes autoridades da República, incluindo ministros de Estado, parlamentares do Congresso Nacional, membros do Judiciário e do Ministério Público, além de grandes personalidades da TV, rádio, política, esporte, jornalismo e mercado financeiro.

A política interna do Conexão Política é rígida quanto à conduta dos integrantes, independentemente do grau de participação. Certos veículos de comunicação simplesmente ignoram quando seus colaboradores se envolvem ou são envolvidos em polêmicas que demandam ações do Estado. Conosco não funciona dessa maneira. Não se trata de acreditar na condenação por antecipação, mas de organizar de maneira prévia um conjunto de medidas que visem a preservação da imagem e manutenção da credibilidade de uma mídia que se comunica com milhões de pessoas diariamente.

Sendo assim, pelas razões que foram expostas acima, informamos o encerramento da parceria intitulada ‘Coluna do Isentões’.

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Editorial

De forma voluntária, informações sigilosas foram entregues à comissão do Senado.

Últimas

“Quando a nossa redação foi invadida por tropas anti-revolucionárias, mantivemos-nos firmes e nossa posição”, afirmou o fundador do Globo.

Últimas

“Quando a nossa redação foi invadida por tropas anti-revolucionárias, mantivemos-nos firmes e nossa posição”, afirmou o fundador do Globo.

Últimas

Imagem: Divulgação | Conexão Política O Conexão Política vem ganhando notoriedade e espaço na mídia brasileira. Isso aumenta a nossa responsabilidade com nossos seguidores...