Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Exclusivo

Bolsonaro não pretende afastar ou demitir Salles do cargo de ministro

(Brasília - DF, 09/02/2021) Assinatura do Decreto De Criação Do Programa “Adote 1 Parque”. Ricardo Salles e Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

O Conexão Política apurou com fontes ligadas ao Palácio do Planalto que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, continua prestigiado pelo presidente Jair Bolsonaro e será mantido no cargo.

Ao menos neste momento, o chefe do Executivo sequer pensa em afastar ou demitir o chefe da pasta ambiental.

Na manhã desta quarta-feira (19), após a deflagração da operação Akuanduba, Bolsonaro conversou com Salles e reiterou seu apoio.

Na reunião, o mandatário apenas pediu que o ministro dê suas explicações sobre os fatos apurados e lhe garantiu que não há motivo para tirá-lo do posto.

Salles foi alvo de busca e apreensão no âmbito de uma força-tarefa que investiga exportação ilegal de madeira.

Vale lembrar que as buscas da Polícia Federal (PF) foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Procuradoria-Geral da República se manifestou, em nota oficial, e frisou que não foi consultada sobre a operação. A PGR também apontou que, em análise preliminar, pode ter havido violação do sistema constitucional acusatório.

Em entrevista coletiva a jornalistas, Ricardo Salles confirmou a conversa com o presidente da República e se mostrou tranquilo.

“Expliquei que, na minha opinião, não há substância em nenhuma das ações. E que, ao que me parece, este assunto pode ser esclarecido com muita rapidez”, afirmou o ministro. “Entendemos que o inquérito foi instruído de uma forma que acabou induzindo o ministro [Alexandre de Moraes] a erro”, acrescentou.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Operação apura lavagem de dinheiro e corrupção no Postalis.

Saúde

Agência destaca que ainda "não há relação causal" entre o caso e a administração da substância.

Congresso

Comissão também enviará relatório final a tribunais internacionais e órgãos de controle.

Judiciário

Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Minas Gerais.