Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Governo

Bolsonaro oficializa aposentadoria de Marco Aurélio no STF

Assim que for indicado, o sucessor será analisado pela CCJ do Senado.

Brasília - O ministro do STF, Marco Aurélio Mello durante reunião para julgar o inquérito em que o senador Aécio Neves é acusado de corrupção passiva e obstrução de Justiça

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou nesta sexta-feira (9) o decreto de aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicado no Diário Oficial da União (DOU), o texto estabelece que a aposentadoria terá efeito a partir da data 12 de julho, no tempo em que o magistrado completa 75 anos —idade da aposentadoria compulsória.

Conforme antecipou o Conexão Política, Bolsonaro já confirmou a sua intenção de indicar o advogado-geral da União, André Mendonça, para ocupar a cadeira do decano.

O chefe do Executivo já fez uma indicação à Corte, quando escolheu Kassio Nunes Marques para suceder o então ministro Celso de Mello.

Caso a decisão se confirme, a indicação necessita de aprovação pelo Senado Federal.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Judiciário

7 dos 11 ministros já manifestaram votos contrários.

Últimas

Para o general, a decisão do STF contra o deputado está "em desacordo com o devido processo legal".

Judiciário

Ferramenta priorizará ações com assuntos de igualdade de gênero e mudanças climáticas.

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.