Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Governo

Bolsonaro deve antecipar saída de metade de ministros do governo; veja lista

Mandatário busca montar ‘time de peso’ pelo país.

Marcello Casal Jr. | Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro deve autorizar diversos ministros do governo a deixar seus cargos no ano que vem para disputar as eleições de 2022.

Ainda não há uma lista totalmente fechada, mas alguns nomes já estão sendo ventilados nos bastidores de Brasília.

Até o momento, segundo o jornalista Caio Junqueira, 11 dos 23 ministros já são dados como certos para disputar o pleito do ano que vem.

A partir disso, o Palácio do Planalto estuda o momento ideal para que os nome da ala governista deixem os seus postos.

Confira a lista dos 11 ministros que devem ser lançados em seus respectivos estados:

Damares Alves (indefinido)

Flávia Arruda (DF)

Gilson Machado (PE)

Fábio Faria (RN)

João Roma (BA)

Marcos Pontes (SP)

Onyx Lorenzoni (RS)

Ricardo Salles (SP)

Rogério Marinho (RN)

Tarcísio Freitas (SP)

Tereza Cristina (MS)

A maioria dos ministros ainda não definiu a qual cargo se candidatar.

Além deles, os nomes de Anderson Torres (DF) e Marcelo Queiroga (PB) também estão sendo cogitados.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Apresentador quer ser candidato ao Palácio do Planalto, mas tem um 'plano B': ser vice de Ciro Gomes.

Governo

Presidente informou que o veto ocorreu após pareceres de ministérios.

Judiciário

Ações acusavam a chapa eleita em 2018 de abuso de poder econômico.

Política

Objetivo é formar 'grande bloco' de esquerda.